14 OUT 2019 PUBLICAÇÃO

Saúde investiga três casos suspeitos de sarampo em Paranavaí

De acordo com a reportagem do Diário do Noroeste, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) investiga quatro casos suspeitos de sarampo notificados em municípios da região Noroeste do Paraná. São três em Paranavaí e um em Alto Paraná. As informações constam no boletim semanal, com os dados estaduais, divulgado nesta quinta-feira (10).

O Paraná soma 103 confirmações da doença. A maioria está na região metropolitana de Curitiba, com 98 casos positivos. Outros dois foram identificados em Maringá, um em Londrina, um em Ponta Grossa e um em Jacarezinho. O número de notificações de casos suspeitos é 484.

A faixa etária mais atingida é de 20 a 29 anos, com 64 confirmações. Crianças e adolescentes de 10 a 19 anos totalizam 21 casos positivos. Pessoas com 30 a 49 anos somam 12 confirmações. No grupo de 50 a 59 anos, três casos. Entre as crianças de até seis meses de idade, dois. De cinco a nove anos, um.

Vacinação

Enquanto os casos de sarampo avançam pelo Paraná, a campanha de vacinação contra a doença segue na primeira etapa, voltada para crianças de seis meses a quatro anos de idade vai até 25 de outubro. A dose também garante imunização contra caxumba e rubéola.

De acordo com informações da 14ª Regional de Saúde, a procura pela vacina tem sido expressiva, mas o número de crianças de seis meses a um ano de idade é menor do que esperado. A preocupação é que se trata da faixa etária com maior risco de apresentar complicações provocadas por sarampo.

A segunda fase da campanha terá início em 18 de novembro e se estenderá até o dia 30 do mesmo mês. Na ocasião, o público-alvo será formado por pessoas com 20 a 29 anos de idade. Vale lembrar que a vacina contra o sarampo faz parte da rotina, ou seja, está disponível para toda a população.


Fonte: 



Compartilhe esta publicação
Nossas redes sociais

Desenvolvido por Cúria Online do Brasil